Neuroeducação

Este modelo foi desenvolvido para criar/remodelar as matrizes de inteligência e possibilitar a expressão máxima do potencial inteligente da consciência - genialidade pessoal.

É composto por um conjunto de técnicas, com estrutura mecânica quântica, que permitem neuroprogramar as matrizes de inteligência, segundo planejamento prévio. Esta estratégia de ação permite intervir em áreas específicas do sistema mental, e possibilitar os limitadores matriciais.
Princípio técnico do modelo

 
Colapsamento dirigido de estruturas lógicas, utilizando a imaginação criativa como veículo de trabalho, para alterar as neuroprogramações com limitadores matriciais.

Tem como objetivo criar nova estrutura funcional e conteúdo filosófico possibilitador, produzindo salto quântico na compreensão da realidade em questão.

Várias técnicas de intervenção foram desenvolvidas, seguindo este princípio.

Como é desenvolvido o trabalho

  


. Diagnóstico - levantamento dos limitadores matriciais a serem trabalhados;
. Atendimentos individuais - desenvolvidos por um Neuroeducador, com o propósito de transformar em estruturas possibilitadoras, os limitadores matriciais identificados;
. Acompanhamento - após as intervenções, são realizados alguns encontros periódicos para avaliar os avanços obtidos e possibilitar ainda mais os resultados.

Condições para a realização do trabalho

 

 A pessoa deve ser normalmente inteligente e capaz de seguir instruções com a imaginação, e desejar se submeter ao processo de neuroprogramações.

  
O que uma pessoa pode esperar deste trabalho

Tornar-se tão genial em suas múltiplas inteligências, quanto o é nas inteligências que constituem o seu conjunto de talentos naturais, possibilitados geneticamente;

Ser tão inteligente quanto a potencialização da malha de informações de seu sistema mental permite ser.